O que você precisa saber antes de apostar no basquete

Quando se trata de apostar no basquetebol, há muitas opções diferentes disponíveis.

É possível apostar em qual time ganhará o jogo ou pode-se apostar em qualquer número de propostas alternativas - o placar combinado do primeiro trimestre, por exemplo. O artigo a seguir dá uma olhada na estratégia geral relativa a ambos os tipos de apostas.

Como em qualquer esporte, há uma habilidade para apostar em jogos de basquete. Assim como você não faria apostas cegas em cada jogo lá fora, mas, em vez disso, levaria tempo para desenvolver suas próprias idéias e estratégias em relação a determinados times ou jogadores, é importante que os apostadores façam o mesmo. Caso contrário, eles estarão em verdadeira desvantagem quando começarem a fazer apostas.

Claro que isso não significa que não haja algumas dicas e estratégias básicas que você possa usar para começar - particularmente quando se trata de fazer apostas iniciais. Por exemplo, você realmente apostaria em uma equipe cuja ofensiva se baseia em passar a bola ao redor do perímetro durante a maior parte do jogo? Se sim, há uma boa chance de você perder dinheiro. Não só esta é uma estratégia insensata, mas os tipos de jogadores que as equipes recrutam refletem seu estilo ofensivo e suas tendências - e eles não vão mudar isso da noite para o dia. Por exemplo, a maioria das equipes que gostam de passar pelo perímetro (como Duke, Kentucky e Xavier) seria naturalmente melhor em aproveitar o tempo extra e as posses que vêm com as horas extras.

Para apostas de basquetebol, recomendaríamos 1xBet. Eles são casas de apostas bem estabelecidas!

Felizmente, não é necessário conhecer todos os times dentro e fora para fazer apostas inteligentes. Saber de algumas coisas importantes vai ajudar muito no seu sucesso:

- Equipes que jogam lentamente tendem a vacilar quando jogam contra equipes que jogam rapidamente.

- Equipes que têm muitos turnovers ou faltas tendem a ser punidas quando jogam contra equipes que fazem bons gols.

- Equipes inexperientes - particularmente aquelas com calouros em suas listas - muitas vezes lutam no início da temporada contra adversários difíceis não-conferentes antes de se tornarem competidores robustos na hora do torneio.

 Estes são apenas alguns exemplos, mas eles ilustram os princípios básicos que você deve usar para informar suas decisões.

O primeiro ponto - equipes que jogam lentamente tendem a vacilar contra jogadores rápidos, como por exemplo o St. John's, que gosta de jogar em ritmo acelerado e se cansa de jogar em jogos de meia quadra - é um ponto importante. Usando este conhecimento, você pode explorar muitas equipes que jogam muito lentamente, como a Northwestern e Minnesota.

O segundo ponto - times com muitos turnovers ou faltas geralmente não se saem bem contra times com boa pontuação - também é crucial de se saber. Equipes como Notre Dame, Syracuse e Purdue são grandes exemplos disso. Na verdade, Purdue é o oposto completo do primeiro ponto, pois jogam muito rápido e tendem a desgastar as equipes correndo para o chão com seu estilo up-tempo.

O terceiro ponto - os calouros nem sempre se ajustam bem cedo na temporada contra uma boa competição não-conferencial - é digno de nota porque pode ser usado para explorar jogos não-conferenciais que incluem garantias.

Menu
Iniciar conversa
1
Solicite valores promocionais aqui
Hello,
Como podemos ajudar? ?
1162697b9a197d8e8c04b9c14c8dbc7e